Recreacionista: o profissional que ganha a vida brincando

O trabalho do recreacionista pode até parecer brincadeira, afinal ele está ali para entreter os turistas, mas essa é uma atividade séria que exige conhecimentos específicos, capazes de transformar a experiência de um viajante.

Recreacionista: o profissional que ganha a vida brincando

Com o aumento do número de hotéis, acampamentos e colônias de férias, a profissão de recreador tem estado em evidência. Mas, apesar de parecer algo simples, o profissional deve dispor de muito conhecimento em atividades lúdicas, saber quais são os jogos e brincadeiras mais adequados para cada tipo de turista e ter uma base sólida em lazer e animação.

Por tudo isso, para quem quer se tornar recreacionista, a dica é uma só: capacite-se. Embora o mercado turístico esteja aquecido, as vagas são concorridas e é preciso estar preparado para se destacar. Apesar disso, os salários são atrativos e as possibilidades de atuação são variadas – o que seduz cada vez mais novos interessados.

Mas, afinal, o que faz um recreacionista ou animador?

Esse é o profissional responsável por animar grupos de turistas, com atividades lúdicas que propiciem o lazer e a descontração. São de sua responsabilidade criar e executar atividades recreativas voltadas para públicos diversos. Os recreadores podem atuar em hotéis, acampamentos, colônias de férias, clubes, casas de festas, excursões, cruzeiros, entre outros. Eles são profissionais facilitadores de possibilidades que visam o bem estar físico, social, artístico e turístico.

Quais as características necessárias para ser um bom recreador?

Apesar de muitas pessoas imaginarem que para ser recreador ou animador basta ser animado, é fundamental que esse profissional apresente sólidos conhecimentos em lazer, ludicidade e atividades voltadas para diferentes tipos de público.

Além da parte técnica, outras características ajudam a se destacar no mercado, como: criatividade, pró atividade, boa comunicação, simpatia, responsabilidade, boa organização, dinamismo, comprometimento, habilidade para trabalhar com pessoas de todas as idades, disponibilidade para trabalhar aos finais de semana, feriado e em épocas de férias, inovação, entre outros.

Como é o mercado de trabalho para os recreadores?

O setor de turismo está em franco crescimento, bem como o setor de entretenimento e o resultado é o aumento do número de hotéis, resorts, clubes, colônias de férias e outros locais que necessitam de um recreador.

Com o aumento contínuo da carga de trabalho, cada vez mais as pessoas se sentem sobrecarregadas e estressadas e buscam aliviar o cansaço diário com atividades diferentes e prazerosas nos seus períodos de descanso. Por isso, tantos locais estão realizando atividades de lazer com recreadores.

Dessa forma, é possível perceber que a profissão está em alta. Porém, mesmo com muitas vagas em aberto, nem sempre as empresas conseguem preenche-las, pois falta mão-de-obra qualificada. Recreadores com experiência, capacitação e criatividade para fugirem do óbvio e inovarem nas atividades são extremamente disputados e, raramente, ficam desempregados.

As opções de atuação para os recreacionista são muito amplas e esse é um dos atrativos que mais têm chamado a atenção dos profissionais para o cargo. Você poderá atuar com recreação de festa infantil, em acampamentos de férias, ser monitor de buffet infantil, trabalhar com excursões e atividades voltadas a melhor idade, fazer recreações em clubes, atuar oferecendo atividades a membros de empresa – como parte dos treinamentos de RH-, ou optar por trabalhar com recreação em navios e cruzeiros.

Porém, para conseguir as melhores vagas é preciso se qualificar, pois as empresas são bastante exigentes e estão em busca de profissionais completos que consigam fugir do óbvio e fazer a diferença na estadia ou na viagem do turista, ajudando a diferenciar o local e se tornando um verdadeiro atrativo para que esse viajante retorne.

Aprenda mais sobre esta profissão, clique aqui e faça um Curso Profissionalizante Online de Recreacionista.

Como são os cursos de recreacionistas?

Existem muitos cursos voltados à formação ou à especialização de recreadores. Existe a possibilidade de, após se formar em Turismo, Educação Física ou Pedagogia, o profissional realizar uma especialização e se tornar recreador de nível superior. Ou ainda através de cursos de capacitação voltados a formar recreadores e animadores culturais para pessoas que não possuem graduação, mas, sim, nível médio e fundamental.

Nesses cursos, você irá aprender sobre os conceitos e definições de lazer, o lazer como um produto de consumo, os consumidores dos serviços de lazer (crianças, adolescentes, adultos, gestantes, terceira idade e grupos com necessidades especiais), o mercado turístico para a recreação e o lazer, a infraestrutura, os equipamentos e os serviços turísticos, as características do profissional recreador, as relações de trabalho na equipe de animação e recreação, noções de primeiros socorros e de como agir em situações de emergência, o planejamento e a organização do lazer, o projeto de recreação, entre outros.

Quanto ganha um recreacionista?

O salário para recreador pode ser muito variável. Em geral, as empresas pagam esses profissionais por diária, já que é muito comum a contratação dos mesmos em períodos específicos. Um monitor de buffet infantil, por exemplo, ganha em média R$60 por dia. Em acampamentos esse valor sobe para R$ 90 e em navios a diária poderá ser ainda maior. Em média, é possível que um recreador tenha um salário entre R$3 e R$ 4 mil mensais.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

Não vá embora sem deixar um comentário!