Demanda por porteiros qualificados não para de crescer

Você já notou como os condomínios têm aumentado na maioria das cidades? Comodidade, mais área de lazer e segurança são alguns dos motivos que fazem com que cada vez mais brasileiros optem por esse tipo de moradia. Com isso, também tem aumentado a procura por porteiros qualificados, capazes de atender as solicitações dos condomínios mais exigentes e também ajudar a manter a segurança no local.

Demanda por porteiros qualificados não para de crescer

Para quem busca uma recolocação no mercado ou novas oportunidades de emprego, a área é uma ótima opção, com salários atrativos e muitas vagas sendo abertas por todo o país.

O que faz um porteiro?

Os porteiros atuam na linha de frente dos condomínios residenciais e empresariais, principalmente, realizando a recepção do público, além do monitoramento e controle de quem entra e sai do edifício, atendimento as pessoas que chegam em busca de informações, recepção de correspondência, auxílio a visitantes e moradores quanto a utilização de alguns espaços comuns do prédio, recebimento e organização das ocorrências e queixas dos moradores, entre outros.

O porteiro é um profissional fundamental em qualquer condomínio, pois auxilia no bom funcionamento do local, evita a entrada de visitantes indesejados e contribui fortemente com a segurança dos moradores.

Quais as funções específicas de um porteiro?

O porteiro possui muitas funções e atribuições, entre elas, podemos citar:

  • Avisar e liberar a entrada de visitantes;
  • Receber encomendas e correspondências e separá-las de acordo com a residência;
  • Colaborar para o cumprimento do regulamento interno do condomínio, anotando as ocorrências no livro específico e auxiliando, quando possível, a intermediar conflitos;
  • Zelar pela segurança do prédio, controlando os dispositivos eletrônicos como as câmeras de segurança e interfone.

Qual o perfil profissional esperado para um porteiro?

Não basta apenas saber abrir e fechar portas, para conseguir boas vagas, é fundamental que o porteiro domine as mais recentes tecnologias de segurança, além das novas técnicas de prestação de serviços e atendimento.

Também é esperado que o porteiro tenha características como: cordialidade, educação, responsabilidade, atenção, bom senso, discrição, pró-atividade, cordialidade, boa comunicação, agilidade e esteja apto a resolver conflitos eventuais que podem surgir no dia a dia de um condomínio.

Como é o mercado de trabalho para os porteiros?

Hoje, os condomínios estão cada vez mais tecnológicos e com muitas ferramentas de segurança sobre as quais os porteiros tem de compreender profundamente o seu funcionamento.

Por isso, embora o mercado de trabalho seja muito amplo, não raro os condomínios e empresas que prestam esse tipo de serviço não conseguem preencher as suas vagas, pois falta mão-de-obra qualificada no setor.

Como porteiro, você tem uma vasta possibilidade de atuação, podendo trabalhar em portarias de condomínios residenciais, empresariais e industriais, em guaritas de fábricas, em hotéis, em hospitais e em outros locais que necessitem deste tipo de serviço. O mais comum é ser contratado por empresas que terceirizam o serviço de portaria aos condomínios, porém, em alguns casos, você poderá ser contratado pelo síndico do prédio.

De qualquer forma, para poder alcançar as melhores vagas é, imprescindível estar atualizado sobre as novas ferramentas de tecnologia do setor e também ser qualificado, com experiência ou cursos na área.

Aprenda mais sobre esta profissão, clique aqui e faça um Curso Profissionalizante Online de Porteiro.

Como funciona o curso de porteiro?

Os cursos de qualificação são essenciais para quem busca uma boa colocação no mercado, pois, através deles você obterá conhecimentos específicos como as técnicas de segurança de portaria, as formas corretas de agir em situações de pânico e emergência, os aspectos administrativos e organizacionais de uma portaria, a postura no serviço e as formas corretas de realizar o atendimento ao público, ao telefone e os controles de entrada e saída.

Na hora de escolher um curso de qualificação, opte pelos realizados por instituições sérias, que emitam certificado e contem com professores preparados e atuantes no setor.

Quanto ganha um porteiro?

O salário de um porteiro é muito variável e está sujeito a acordos com os sindicatos da classe. Por isso, o mínimo pode variar de estado para estado. Em São Paulo, o piso para 2016 é de R$ 1.179,90, por 180 horas. Mas esse valor pode variar, por exemplo, de acordo com o turno do porteiro. Em casos de turnos à noite, é acrescido o adicional noturno. Muitas empresas também trabalham com bonificações.

Vale a pena investir na profissão?

A função de porteiro é sólida, ou seja, é possível trabalhar durante muitos anos no mesmo condomínio ou empresa, desde que seja um bom profissional. Portanto, para quem busca estabilidade e uma colocação no mercado, vale a pena investir em cursos de qualificação para o setor, já que a área está em expansão.

Porém, é importante destacar que o trabalho de porteiro é duro, exige muita responsabilidade e muitas vezes você terá que trabalhar com turnos de 12 horas. Mas, quem atua no setor, garante que a profissão é compensadora, principalmente pelo convívio com os moradores.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

Não vá embora sem deixar um comentário!