Capacite-se como pizzaiolo e aumente as suas oportunidades no mercado

As pizzas já são tradição na gastronomia brasileira. Tanto que nós somos o país com mais variedade de sabores desse alimento, superando a Itália e os Estados Unidos. Porém, para manter esse mercado cada vez mais aquecido é indispensável a participação do pizzaiolo, o profissional responsável por criar pizzas e transformar qualquer negócio em sucesso.

Capacite-se como pizzaiolo e aumente as suas oportunidades no mercado

Com o crescimento cada vez maior das pizzarias é natural que o mercado passe a demandar por mais pizzaiolos. Entretanto, o que as empresas de RH têm notado é a falta de profissionais capacitados e com experiência no setor, o que faz com que o mercado se torne bastante competitivo.

Para alcançar as melhores vagas e fazer carreira dentro da área é preciso se qualificar, ter experiência e gostar de criar novas receitas. Por isso, se você já trabalha com alimentação ou está pensando em investir na carreira de pizzaiolo saiba que existem muitas oportunidades, basta apenas você se preparar.

O que faz e quais as funções de um pizzaiolo?

O pizzaiolo ou pizzaiola é o profissional responsável por preparar as pizzas, desde a massa até o recheio, sabendo a hora exata de retirá-la do forno para que fique crocante e saborosa.

São funções do pizzaiolo: preparar a massa da pizza, separar os recheios e temperos, assar a pizza, cortá-la, criar novas receitas, manter o estoque de matéria prima sempre em dia, comandar outros pizzaiolos, treinar novos pizzaiolos e, por vezes, atender a pedidos especiais dos clientes.

Quais as características de um bom pizzaiolo?

Antes de mais nada é preciso gostar de cozinhar e ter afinidade para trabalhar em cozinha, com uma ‘boa mão’ para massas. Além disso, é preciso conhecer bem os ingredientes e saber usar todos os instrumentos e utensílios do dia a dia, bem como dominar as técnicas e práticas de fazer pizzas.

Outras características pessoais também ajudam bastante na hora de se destacar no mercado, como: boa disposição física, bom paladar, criatividade, paciência, boa capacidade de concentração, saber se comunicar adequadamente, capacidade de trabalhar em equipe, habilidade manual, dinamismo, pró atividade, boa memória, resistência física, organização, higiene, disponibilidade de tempo, noções de estética na hora de montar a pizza, capricho e, claro, gostar de culinária.

Como é o mercado de trabalho?

O mercado é amplo e está em crescimento contínuo. Com o aumento da profissionalização do setor de alimentos e bebidas e a expansão de redes de fast food que trabalham com o setor de pizzas, muitas empresas têm contratado cada vez mais pizzaiolos com capacitação, experiência e capazes de inovar nas receitas.

Apesar do aumento dos postos de trabalho, o mercado é muito competitivo, principalmente pelas boas vagas. Com isso, as empresas têm focado em contratar pizzaiolos que tenham algo a mais além de apenas conhecimento técnico, mas também demonstrem ética, iniciativa, bom humor, vontade de aprender e de se atualizar constantemente, espírito de liderança, auto controle e criatividade. Ou seja, profissionais completos que ajudem as pizzarias a se tornarem negócios de sucesso, uma vez que os pizzaiolos são responsáveis pelo produto principal do estabelecimento.

Para se ter uma ideia da força desse setor, o mercado de pizzas é responsável por movimentar cerca de R$ 8,5 bilhões no Brasil, com uma estimativa de crescimento de 8% ao ano. Por isso, hoje as pizzarias são consideradas um dos negócios mais comuns no ramo de alimentação. Buscando se destacar, muitas empresas têm investido em diferenciações, com pizzas artesanais, vegetarianas, lights e outros itens que dependem – e muito- da capacidade do pizzaiolo.

Como você pode notar, existem muitas vagas disponíveis para quem pretende trabalhar com o setor, porém as empresas buscam profissionais que, além dos conhecimentos técnicos e da capacidade de produzir boas pizzas, tragam melhorias para o estabelecimento e trabalharem como verdadeiros parceiros. Por isso, a capacitação tem sido fundamental na hora de conseguir uma boa vaga.

Aprenda mais sobre esta profissão, clique aqui e faça um Curso Profissionalizante Online de Pizzaiolo.

Como funcionam os cursos de pizzaiolo?

Você deve ter notado que para se destacar nesse mercado tão concorrido é preciso estar preparado. Por isso os cursos de capacitação são tão importantes para quem almeja uma vaga no setor. Com o aumento da procura, hoje, você poderá encontrar muitos cursos para pizzaiolo, inclusive à distância. Não se esqueça de sempre buscar cursos oferecidos por instituições sérias e que tenham certificado reconhecido pelo mercado.

Na maior parte dos cursos você passará por um treinamento para se tornar apto a trabalhar como pizzaiolo, aprendendo sobre a postura profissional adequada, os métodos de manter a segurança alimentar, o atendimento qualificado, os principais ingredientes, como usar adequadamente os equipamentos e utensílios do dia a dia, as etapas de produção das pizzas e também as formas de produzir outros produtos que costumam integrar os cardápios das pizzarias como calzones, panines, sanduíches, entre outros.

Quanto ganha um pizzaiolo?

O seu salário irá depender do local de atuação, da sua jornada de trabalho, da sua capacitação e experiência como pizzaiolo. A média nacional, de acordo com o guia de profissões e salários da Catho, é de R$1305,00. Mas, é possível encontrar vagas com salários de até R$3000,00.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 0 votos - Média: 0 estrelas

Não vá embora sem deixar um comentário!