Agente de viagens: um profissional que se reinventou e se tornou fundamental no setor de turismo

A profissão de agente de viagens já foi colocada em ‘xeque’ a alguns anos. Especialistas prediziam o fim desse profissional, devido ao avanço da internet e das facilidades como pesquisa de hotéis, reservas de passagens, bookings, entre outros. Porém, com o passar dos tempos, o agente de viagens foi reinventado e, a cada ano, se firma como um profissional cada vez mais importante e essencial ao mercado turístico, frustrando a maioria das previsões.

Agente de viagens: um profissional que se reinventou e se tornou fundamental no setor de turismo

Hoje esse profissional possui múltiplas funções e funciona como um verdadeiro “assessor de viagens”, ajudando o cliente a encontrar melhores opções de voos, hotéis e passagens, além de dar dicas sobre as melhores épocas para determinados passeios, flutuações do câmbio e oferecendo serviços diferenciados.

Com isso, claro, houve um aumento do número de vagas para esse profissional e um fortalecimento das agências de viagens, que passaram a trabalhar de forma mais moderna e dinâmica, usando a própria internet (que já foi alçada a posto de destruidora de profissões) para alcançar mais clientes e expandir a sua atuação.

O que faz um agente de viagens?

O agente de viagens é o profissional responsável por vender serviços de turismo que incluem hotelaria e transporte. Hoje, esse profissional, como já falamos, funciona como um “assessor de viagens”, ajudando o turista a planejar melhores épocas para viajar, encontrar hospedagens que mais lhe agradem, facilitar o transporte, planejar os serviços de translado e transfer e trabalhar para que tudo saia de acordo com o planejado, sem que o turista tenha que gastar longas horas detalhando todo o seu percurso.

Também é responsabilidade do agente de viagens informar o cliente sobre taxa de câmbio e moeda e ajudá-lo a se precaver sobre possíveis problemas.

Quais as principais características de um agente de viagens de sucesso?

O trabalho do agente de viagens é muito dinâmico e está relacionado a diversas variáveis. Por isso é imprescindível possuir conhecimento técnico do setor, das formas de negociação de pacotes e também das moedas, línguas, climas, transporte, entre outros itens que – quando não levados em consideração- podem transformar a viagem dos sonhos em um verdadeiro pesadelo.

Além dos conhecimentos técnicos, é fundamental que o agente de viagens disponha de algumas características como: organização, boa comunicação, poder de negociação, criatividade, cordialidade, dinamismo, ética, pró atividade, capacidade de realizar múltiplas tarefas, técnicas de venda, responsabilidade, empreendedorismo, visão de futuro, entre outras.

Como é o mercado de trabalho para agentes de viagens?

Para sobreviver diante das novas revoluções tecnológicas, muitos mercados tiveram que se reinventar. E esse foi o caso das agências de viagens, que passaram a oferecer mais serviços exclusivos e diferenciados, assessorando o turista de todas as formas possíveis e planejando detalhadamente suas viagens.

Além disso, também houve o surgimento de agências de ramos específicos, como viagens de bicicleta, de motocicletas, voltadas para ecoturistas, mochileiros e muito mais. Com isso, houve a necessidade de os agentes de viagens se atentarem para esses nichos específicos e conseguirem atuar de forma plena, assessorando também esses novos viajantes.

A internet ganhou força e muitas agências migraram para essa plataforma, surgindo, inclusive, mini franquias de agências que operam totalmente home based e fazem todo o atendimento de forma online.

Como você pode notar as mudanças nesse setor foram significativas e essenciais para a manutenção das agências de viagens – e também para a expansão do setor.

Hoje, a maior parte dos agentes trabalham ou ligados a grandes operadoras turísticas ou criando seus próprios negócios, que podem contar com diferenciais como a segmentação ou o atendimento totalmente online.

De qualquer forma, para conseguir boas vagas e se firmar no mercado é fundamental que esse agente disponha de muita qualificação e conhecimento do setor turístico e das ferramentas ligadas à profissão.

Aprenda mais sobre esta profissão, clique aqui e faça um Curso Online de Agente de Viagens.

Como são os cursos de agente de viagens?

Com a expansão do setor e a necessidade de profissionais cada vez mais especialistas, o número de cursos de qualificação e capacitação aumentou. Porém, é importante se atentar para a seriedade da instituição que está oferecendo o curso, a aceitabilidade desse no mercado de trabalho e a certificação.

Os cursos de agente de viagens podem ser presenciais ou online e, na maior parte deles, você irá aprender sobre: as origens do turismo, o panorama do mercado, os tipos de turismo, a profissionalização do agente de viagens, a diferença entre agente e guia de turismo, a globalização do turismo, os cuidados com o transporte e a hospedagem, a elaboração do pacote turístico, as empresas prestadoras de serviço, o crescimento do ecoturismo e dos turismos segmentados, entre outros.

Quanto ganha um agente de viagens?

O salário de um agente de viagens poderá variar muito, dependendo da empresa para a qual irá trabalhar (operadoras de turismo ou pequenas empresas segmentadas), a jornada de trabalho, a sua experiência e qualificação, a cidade em que trabalha, entre outros.

O valor médio para profissionais iniciantes é de R$ 1400,00. Porém muitas empresas trabalham com comissões e outras bonificações. Além disso, você também poderá empreender e criar o seu próprio negócio no setor de turismo.

Você gostou? ⤵ A sua opinião é muito importante!
Total: 1 votos - Média: 5 estrelas

Não vá embora sem deixar um comentário!